2009 avesdeportugal.info - todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Aves de Lisboa
avesdeportugal.info
.
Belém
Na zona de Belém podem observar-se diversas aves aquáticas ao longo do rio, particularmente gaivotas
mas também algumas limícolas.
Espécies:
corvo-marinho-de-faces-brancas, rola-do-mar, guincho, gaivota-d'asa-escura, gaivota-argêntea
Onde fica
na parte mais ocidental da
cidade, junto ao rio Tejo

Metro
não tem

Autocarros
714, 727, 728, 729, 743,
749, 751, 773

Horário
nao fecha

Acesso
gratuito
A margem do rio Tejo é formada por um extenso paredão inclinado, que não oferece muitas condições de
alimentação. Contudo, quando a maré está muito baixa, a margem fica parcialmente exposta (ver foto) e
algumas limícolas vêm aqui alimentar-se, particularmente a rola-do-mar e o pilrito-das-praias. As rolas-do-
mar também já foram vistas a alimentar-se no paredão, especialmente na zona da Torre de Belém. Ao longo
do rio são frequentes as gaivotas, particularmente o guincho, a gaivota-d’asa-escura e a gaivota-argêntea,
bem como os corvos-marinhos, que são vistos com frequência a voar baixo sobre a água.

Mais para o interior, junto ao mosteiro dos Jerónimos, a gaivota-argêntea volta a marcar presença - esta
espécie pode ser vista no local durante todo o ano, suspeitando-se que possa estar a nidificar.

Um pouco ao lado, o Jardim Botânico Tropical permite observar diversas aves terrestres, incluindo o exótico
periquito da Guiné.
Durante a maré baixa, a zona ribeirinha é por vezes utilizada como local de alimentação por algumas limícolas
As rolas-do-mar já foram vistas a alimentarem-se no paredão, perto da Torre de Belém
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites